Starlink: características e como funciona a internet via satélite

O que é a Starlink

Wi-Fi para supermercados

Transformando Custo em fonte de Receita!​

Sumário

Quer conhecer mais sobre a Starlink e as principais características desse serviço de Internet via Satélite que promete revolucionar a conectividade mundial? Então, confira nosso artigo!

A conectividade global está passando por uma revolução, e um nome que está no centro dessa transformação é a Starlink.

Esta empresa, fundada pelo bilionário norte-americano Elon Musk, está determinada a mudar a maneira como experimentamos a internet, especialmente em regiões remotas e rurais. Como?

Através de uma tecnologia incrível: a internet via satélite. Com mais de 4 mil satélites já em órbita e planos ambiciosos para lançar outros 40 mil nos próximos anos, a Starlink está prestes a expandir seu alcance de forma espetacular.

Mas como exatamente funciona essa revolucionária rede? Quais são as vantagens e desvantagens de optar por uma conexão via satélite?

E, mais importante, como você pode contratar os serviços da Starlink, agora disponíveis como uma ramificação da SpaceX aqui no Brasil?

Nesse conteúdo, esperamos responder algumas perguntas como:

  • Starlink, como funciona?
  • A Starlink é boa?
  • Como comprar internet da Starlink?
  • Quando a Starlink chegará no Brasil?

Continue lendo este post para desvendar todos esses segredos e descobrir como a Starlink está trazendo a internet do futuro para o presente.

O que é a Starlink?

Em um ambicioso projeto liderado por bilionário Elon Musk e sua empresa aeroespacial, a SpaceX, a Starlink surge como uma revolução no acesso à internet em escala global.

Seu objetivo é fornecer conectividade à internet em qualquer parte do mundo, mesmo nas localidades mais remotas e isoladas. Por meio de uma vasta infraestrutura composta por satélites e tecnologias de ponta.

Ao alcançar seu ápice, a rede da Starlink prevê a presença impressionante de até 40.000 satélites, todos em órbita baixa, situada a aproximadamente 550 quilômetros da Terra.

Esse enxame de satélites, em comparação com os antigos satélites geoestacionários que orbitam a altitudes que superam 36.000 quilômetros, representa uma mudança significativa na forma como experimentamos a conectividade global.

Esses satélites de órbita baixa possibilitam a troca de dados por meio de antenas terrestres utilizando a faixa de frequência Ka, que varia de 27 a 40 GHz, o que se aproxima das frequências do 5G no Brasil.

Você pode se interessar também 👉👉 Aumente o resultado da sua empresa com o uso de dados

Devido à sua proximidade com a Terra e a constante movimentação em torno do planeta, a Starlink visa reduzir a latência, garantindo que sempre haja um satélite nas proximidades das antenas dos usuários.

As diferenças entre os sistemas de internet via satélite convencionais e o inovador serviço da SpaceX se devem principalmente à quantidade de satélites em órbita e à distância da órbita.

Nos serviços antigos, apenas um punhado de satélites era responsável por encaminhar os dados de todos os usuários. Resultando em uma largura de banda limitada e alta latência devido à grande distância a ser percorrida pelas ondas.

Com a Starlink, a promessa é de velocidades comparáveis ou até superiores às oferecidas por muitos serviços de cabo e fibra ótica, com latências apenas ligeiramente maiores.

Como a Starlink funciona?

A Starlink, em vez de depender de cabos terrestres tradicionais, utiliza ondas de rádio frequência de alta intensidade em um amplo espectro para fornecer acesso à internet em qualquer lugar do planeta.

Para se conectar a essa inovação, você precisará adquirir um kit composto por uma base em tripé, uma fonte de energia, um roteador compatível com o padrão 802.11ax (Wi-Fi 6). Além de uma antena parabólica de tamanho semelhante àquelas utilizadas por serviços como Net ou DirecTV.

Cabos especiais conectam todos esses componentes, transmitindo tanto dados quanto energia, reduzindo a bagunça de fios convencionais.

O cabo que liga a fonte à antena tem 30 metros, permitindo que a antena seja instalada em ambiente externo para manter a visada desobstruída em relação aos satélites.

A visada significa que não deve haver obstáculos físicos na linha de visão entre a antena e os satélites, uma vez que as ondas de rádio frequência usadas não conseguem contornar obstáculos.

O processo de instalação é relativamente simples. Com a única decisão crítica sendo a escolha do local externo para a antena, que deve ser o mais alto possível e livre de obstáculos físicos.

Após a inicialização, a antena se posicionará automaticamente em direção a um satélite com base em testes de obstrução e visada realizados anteriormente, e começará a emitir um sinal de Wi-Fi comum, geralmente sob o nome “Starlink” seguido de um número de cinco dígitos.

Após essa etapa, você precisará configurar a rede com um nome e senha, semelhante à configuração de um roteador Wi-Fi convencional.

Com todos os componentes instalados e as configurações do aplicativo concluídas, o equipamento entrará em operação.

Fica a questão: a Internet via Satélite é melhor?

Uma das principais vantagens da internet via satélite utilizada pela Starlink reside na ampla cobertura proporcionada pela constelação de satélites.

Esta rede abrange áreas remotas e rurais que muitas vezes não são atendidas pelas operadoras de banda larga fixa. Assim, pode preencher uma lacuna significativa no acesso à internet.

A expansão da banda larga rural não apenas beneficia as comunidades afastadas, mas também impulsiona setores cruciais como a telemedicina e o ensino à distância. Isso ocorre graças à confiabilidade e velocidade oferecidas pela Starlink, permitindo que esses serviços avancem com eficiência.

Um aspecto notável do design dos satélites é sua órbita baixa em comparação com outros satélites de comunicação. Isso foi planejado não apenas para evitar colisões, mas também para que, em caso de colisão, os satélites se desviem de órbita e se incinerem na atmosfera.

Essa abordagem contribui para a redução do chamado “lixo espacial” em órbita, mostrando o compromisso da empresa com a preservação do ambiente espacial.

Leia nosso artigo especial 👉👉 Qual a importância da nuvem para os Provedores de Internet

Quais as velocidades de internet da Starlink?

A Starlink Internet oferece uma velocidade média de download que varia de 100 Mbps a 200 Mbps. Em comparação, a velocidade média de download dos provedores de internet no Brasil gira em torno de 91,82 Mbps, demonstrando um desempenho superior.

Entretanto, a velocidade média de upload da Starlink é aproximadamente 10 Mbps, o que fica abaixo da média dos outros provedores de internet no Brasil.

Quanto à latência, que representa o tempo de resposta de uma solicitação de um ponto para outro na rede, ela varia de acordo com a localização do usuário.

Uma conexão de internet rápida e com baixa latência é essencial para indivíduos que dependem da internet para trabalhar, estudar e fazer compras online.

Além disso, com o surgimento de novas plataformas como o Metaverso, a qualidade da conexão se torna ainda mais crucial para aproveitar ao máximo as novas tecnologias e experiências disponíveis.

Vantagens e desvantagens da Starlink

Nesta seção, exploraremos como a revolucionária internet via satélite pode transformar a conectividade, mas também os desafios que podem surgir.

Vantagens

A Starlink Internet apresenta uma série de vantagens notáveis, tornando-a uma opção atrativa para diversos usuários. Entre os principais benefícios, destacam-se:

Acesso em Regiões Remotas: Uma das maiores vantagens da Starlink é sua capacidade de oferecer uma conexão de alta velocidade em áreas remotas e desatendidas pelas provedoras de internet convencionais. Isso significa que pessoas que vivem em regiões mais afastadas podem desfrutar de uma conexão de qualidade.

Instalação Simples: A Starlink simplifica o processo de instalação. Os próprios usuários podem configurar a antena e os equipamentos necessários para estabelecer a conexão com facilidade, eliminando a necessidade de contratar um técnico para a instalação.

Velocidade de Download Superior: A Starlink se destaca pela velocidade de download oferecida, superando muitas das opções tradicionais de provedores de internet. Isso permite uma experiência de navegação rápida e eficiente.

Baixa Latência: A latência, ou o tempo que leva para os dados percorrerem a rede, é crucial para aplicações em tempo real, como videochamadas e jogos online. A Starlink mantém a latência em níveis baixos, garantindo uma experiência suave para essas atividades.

Essas vantagens tornam a Starlink uma escolha interessante para quem busca uma conexão confiável, rápida e acessível. Especialmente em áreas onde as opções convencionais são limitadas.

Desvantagens da Starlink

Embora a Starlink Internet ofereça inúmeras vantagens, é importante reconhecer algumas das desvantagens que podem afetar a experiência dos usuários. Algumas das principais limitações incluem:

Necessidade de Visada Desobstruída: Um dos desafios mais notáveis da Starlink é a necessidade de manter uma visada desobstruída entre a antena e o céu para garantir a qualidade da conexão. Qualquer obstáculo, como árvores altas ou edifícios, pode interromper o sinal e afetar a experiência de internet.

Variação do Sinal em Áreas Urbanas: Em áreas urbanas densamente povoadas, onde os edifícios são predominantes, a entrega de sinal da Starlink pode ser irregular. Os prédios atuam como barreiras potenciais, resultando em oscilações na qualidade da conexão.

Melhor Desempenho em Zonas Rurais: A tecnologia Starlink tende a se destacar em locais rurais ou remotos. Onde a falta de edifícios altos e grandes construções facilita a manutenção de uma visada clara e a estabilidade da conexão. Nessas áreas, a Starlink pode oferecer uma solução de internet de alta qualidade.

Limitações de Disponibilidade: Embora a Starlink continue a expandir sua infraestrutura, a disponibilidade pode ser limitada em algumas regiões. Portanto, nem todos os usuários têm acesso imediato ao serviço, e a expansão da cobertura ainda está em andamento.

Custos: Em comparação com alguns provedores de internet convencionais, a Starlink pode apresentar custos iniciais mais elevados, incluindo o kit de antena. Isso pode representar um desafio financeiro para alguns consumidores.

Embora a Starlink ofereça uma solução valiosa para muitos, é importante considerar esses aspectos antes de tomar uma decisão sobre a adoção desse serviço. Especialmente se você vive em uma área com obstáculos potenciais para o sinal.

Você pode se interessar também 👉👉 Gestão para Provedores de Internet: qual software escolher para a sua empresa?

Preço

A política de preços da empresa no Brasil segue o mesmo padrão dos Estados Unidos, onde o plano residencial mais acessível é de US$ 110,00, e o kit básico custa US$ 599,00, ambos sem incluir impostos.

No mercado brasileiro, os valores são divulgados sem a inclusão dos impostos, mas levam em consideração a taxa de câmbio vigente. Portanto, é importante destacar que, dependendo das flutuações cambiais, os preços podem sofrer variações ao longo do tempo.

É relevante mencionar que o serviço é sujeito a aproximadamente 40% de impostos, enquanto o kit tem uma taxa de 50%. Portanto, os usuários devem somar essas taxas aos valores anunciados para determinar o custo total de acesso à internet por meio da Starlink.

É importante ressaltar que, em comparação com os serviços de internet convencionais, a Starlink tende a ser significativamente mais caro, tornando-se acessível apenas para um grupo restrito de usuários.

A Starlink vale a pena?

Em resumo, a Starlink Internet representa uma revolução na conectividade global. E pode oferecer velocidades de internet de alta qualidade, especialmente em áreas remotas ou rurais, onde as opções convencionais são limitadas.

Sua facilidade de instalação e baixa latência tornam-na uma escolha atraente para muitos usuários.

No entanto, é essencial considerar os custos envolvidos, uma vez que a política de preços da Starlink pode ser mais elevada do que a de provedores de internet tradicionais.

Além disso, a necessidade de visada desobstruída e as variações de sinal em áreas urbanas densas podem afetar a experiência do usuário.

A Starlink continua a expandir sua infraestrutura e aprimorar seus serviços, o que pode resultar em melhorias significativas no futuro.

Para muitos, essa tecnologia representa uma oportunidade empolgante de acesso à internet em locais antes carentes de conectividade confiável.

No entanto, ao considerar a adoção da Starlink, é fundamental avaliar suas necessidades individuais e prioridades. Bem como estar ciente das possíveis limitações e custos associados.

À medida que a tecnologia evolui, a Starlink pode desempenhar um papel cada vez mais importante na conectividade global, abrindo novas possibilidades para comunidades em todo o mundo.

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *