O que é e-mail marketing: tudo o que você precisa saber para colocar essa estratégia em prática

E-mail Marketing

Wi-Fi para supermercados

Transformando Custo em fonte de Receita!​

Sumário

O e-mail marketing é uma das principais estratégias do Marketing Digital. É um canal direto de comunicação com o público, que pode ser utilizado para estreitar relacionamentos, nutrir leads e gerar vendas, com uma excelente taxa de ROI. No entanto, muitos profissionais de marketing ainda desacreditam dessa estratégia.

Por muito tempo, o email marketing foi associado a spam, fraudes e abordagens intrusivas, o que levou muitas pessoas a ignorar ou deletar as mensagens. No entanto, a tecnologia e as estratégias avançaram, permitindo um uso mais eficiente dos emails, que podem chegar para as pessoas certas, na hora certa, com a mensagem certa. Tudo depende de saber como usar.

Por isso, neste artigo, explicaremos tudo sobre o que é email marketing e como utilizá-lo da melhor forma. Este conteúdo é útil tanto para iniciantes que desejam começar a fazer email marketing quanto para aqueles que já possuem uma estratégia e buscam melhores resultados.

Confira agora o nosso artigo especial e saiba tudo sobre email marketing!

O que é e-mail marketing?

O email marketing é uma forma de se comunicar com as pessoas por meio de e-mails. É utilizado por 53% da população mundial e atualmente existem 4,14 bilhões de usuários de e-mail em todo o mundo.

Esse número deve aumentar para 4,59 bilhões até 2025. A história do email marketing remonta ao final dos anos 1970, mas se tornou mais popular na década de 1990 com o surgimento da internet.

No entanto, o aumento do email marketing também levou ao aumento de e-mails de spam, o que resultou em regras sendo estabelecidas para proteger os consumidores.

Hoje em dia, é importante seguir as melhores práticas ao enviar e-mails para evitar ser marcado como spam. Com o surgimento de smartphones e mídias sociais, o email marketing evoluiu para uma forma de construir relacionamentos com leads e clientes, focando em suas necessidades individuais.

Ao contrário do spam, a estratégia de marketing por e-mail tem como objetivo alcançar indivíduos que estão interessados nas informações, serviços ou produtos oferecidos. Isso permite enviar mensagens personalizadas para cada pessoa em sua etapa no funil de vendas.

No entanto, uma característica notável da prática de marketing por e-mail é que as campanhas geralmente oferecem uma opção para cancelar a inscrição, o que demonstra claramente respeito pelo público. Esse procedimento pode estar vinculado, por exemplo, a uma pesquisa de opinião, onde é possível avaliar o que está certo ou errado na forma como as campanhas são conduzidas.

O que é e-mail marketing

Por que utilizar email marketing?

O email marketing funciona em qualquer estágio do funil de vendas e serve para construir relacionamentos com seus clientes, encantá-los e retê-los.

Mas não podemos negar que, além de tudo isso, o que precisamos ficar de olho em relação a este canal é seu potencial de conversão. Em outras palavras, o email marketing vende, e vende muito bem.

O email marketing é um dos canais com o maior retorno sobre investimento, e essa é sua grande importância. No início de 2021, um estudo da Barilliance mostrou que a taxa de abertura de emails teve uma média de 42,48% e uma taxa de cliques de 8,41%.

Para fins de comparação, a taxa média de engajamento no Instagram envolvendo todos os segmentos é de apenas 0,89% (Rival IQ), enquanto a taxa de conversão varia de 0,3% a 2,2% (Baazarvoice), dependendo do número de seguidores.

No entanto, para obter resultados significativos, é necessário saber como fazer o email marketing corretamente. Confira algumas dicas de email marketing que separamos abaixo!

Você pode se interessar também 👉👉 Conheça mais sobre as métricas de marketing

Como fazer e-mail marketing

O email marketing é uma das estratégias mais eficazes para alcançar e engajar o público-alvo de uma empresa. No entanto, muitas vezes pode ser difícil saber por onde começar ou como criar uma campanha de email marketing eficaz. Agora, vamos explorar as melhores práticas para fazer o email marketing.

Construa sua lista de e-mails

Se você já tem uma lista de contatos de e-mail, já deu o primeiro passo. No entanto, para aqueles que estão começando sua estratégia de marketing por e-mail, é necessário trabalhar na captura de dados de novos contatos.

Entre as principais dicas para criar sua própria lista de e-mails, a maneira mais eficiente hoje em dia é por meio de técnicas de Inbound Marketing e oferecendo conteúdo relevante e valioso, como ebooks.

Também é possível capturar e-mails naturalmente quando os consumidores solicitam um orçamento ou já fizeram uma compra do seu produto ou serviço.

E vale ressaltar: nunca compre listas de e-mails “prontas”. Ao usar uma lista comprada, sua interação com potenciais clientes é completamente prejudicada. Isso acontece por algumas razões, duas das quais podemos destacar:

  • Em uma lista comprada, as pessoas não concordaram em receber suas mensagens. Portanto, você começa a conversa como um intruso;
  • As listas compradas impedem que você crie um relacionamento próximo com seu potencial cliente e reduzem a possibilidade de capturar mais dados sobre eles.
Lista de e-mail marketing

Escolha o seu serviço de e-mail marketing

Uma vez que você tenha criado uma lista de contatos, o próximo passo para entender o marketing por e-mail é explorar as ferramentas disponíveis.

As plataformas de marketing por e-mail servem como estrutura para enviar e-mails aos contatos que você adquiriu na etapa anterior.

Selecionar a melhor ferramenta de marketing por e-mail depende das necessidades específicas da sua empresa, mas elas são geralmente essenciais para simplificar o processo de envio e gerenciamento.

Mesmo as opções mais básicas devem oferecer recursos para criar, personalizar e otimizar e-mails com facilidade.

Os recursos fornecidos por cada plataforma devem ajudá-lo a criar campanhas eficazes que atendam aos seus objetivos, além de permitir que você analise dados importantes para melhorar continuamente suas campanhas.

Compilamos uma lista de algumas das melhores plataformas e ferramentas para você considerar ao desenvolver as estratégias de marketing por e-mail da sua empresa.

Segmente seus leads

Quando enviar as suas mensagens, personalize o conteúdo de acordo com a lista que receberá o email.

Você pode segmentar demograficamente ou com base em outras informações pertinentes. Se, por exemplo, sua mensagem tem como foco os gestores, ela não precisa ser enviada para colaboradores.

Para isso, utilize buyer personas em suas estratégias e conte com ferramentas de automação  para transformar sua estratégia em uma máquina de vendas.

Faça a nutrição constante da base

Leads se referem aos contatos comerciais obtidos por meio de uma estratégia de Inbound Marketing.

Potenciais clientes nem sempre estão prontos para comprar seu produto devido ao momento imperfeito, como estar de férias ou ter feito recentemente um investimento significativo em sua empresa.

No entanto, é crucial não desistir desses contatos. O e-mail pode ser uma ferramenta poderosa para nutrição de leads.

Ao segmentar mensagens e ajudar potenciais clientes a reconhecer e resolver seus principais problemas, eles são mais propensos a lembrar da sua marca na hora de fazer uma compra.

Portanto, é essencial usar dicas de marketing por e-mail em conjunto com o funil de vendas e a jornada do cliente.

Você pode se interessar também 👉👉 Aumente o resultado da sua empresa com o uso de dados

Faça análises e testes A/B

As análises e os testes A/B são úteis para decidir quais campanhas, títulos, CTAs ou outras variantes são mais eficazes.

Por exemplo, você pode realizar um teste A/B entre campanhas de email marketing para descobrir quais tipos de conteúdo ou ofertas geram mais aberturas, cliques e conversões.

Muitas ferramentas de email marketing permitem que você faça testes A/B simples e obtenha métricas que indicam o desempenho das campanhas.

Quais são os tipos de e-mail marketing

Há diversos tipos de e-mail que podem ser incluídos em sua estratégia. Embora você possa estar acostumado a receber e-mails promocionais, a divulgação de produtos não é o único conteúdo que pode ser utilizado. Até mesmo um e-mail de confirmação de compra pode ser considerado parte do marketing por e-mail.

A seguir, vamos explorar alguns dos tipos de e-mail que podem ser utilizados em sua estratégia:

Newsletter

Boletins informativos são um dos formatos mais tradicionais de email marketing e, para alguns especialistas, foi o principal formato de 2020.

Embora a tradução literal de newsletter seja “boletim de notícias”, pode ser entendido como o envio periódico (diário, semanal, quinzenal, etc.) de mensagens sobre um tópico específico. Ao enviar e-mails regulares, este formato ajuda a manter as pessoas próximas à marca e bem informadas.

Algumas marcas optam por fornecer apenas uma introdução ao tópico na newsletter e direcionar os usuários para o seu blog, enquanto outras incluem todo o conteúdo no próprio e-mail, com apenas alguns links para seus canais.

Email promocional

Os emails promocionais são amplamente utilizados para promover a venda de produtos e serviços, sendo caracterizados por uma abordagem comercial que inclui ofertas, preços, descontos e links diretos para a página de compra.

O objetivo principal desses emails é incentivar a venda dos produtos ou serviços anunciados.

Leia nosso artigo especial 👉👉 O que é hotspot?

Email sazonal

Há outra maneira de usar o Email Marketing, que é usar as datas especiais de cada usuário para enviar uma mensagem personalizada. Essas campanhas podem incluir mensagens de aniversário, mensagens de parabéns por conquistas e desejos em geral.

Outra opção é aproveitar as datas especiais do mercado, como Natal, Dia das Mães, Dia das Crianças, Dia dos Pais, Black Friday, entre outras. Nestes dias, é essencial fazer sua presença ser notada nas caixas de entrada de e-mail de sua audiência.

A ideia principal é fazer com que seus leads e clientes se sintam lembrados e que sua empresa esteja presente em momentos importantes para sua audiência. E-mails de celebração geralmente envolvem um uso maior de elementos visuais e textos curtos para capturar e manter a atenção do destinatário.

Fluxos de Nutrição

Um fluxo de nutrição é uma sequência de e-mails automaticamente enviados em resposta a uma ação do usuário. Esses fluxos são usados na etapa de nutrição de leads para aprimorar o conhecimento deles sobre um determinado assunto e levá-los a progredir no funil de vendas.

Por exemplo, se um usuário preencher um formulário para receber um ebook sobre Marketing Digital, a empresa pode enviar uma série de e-mails que aprofundem o conhecimento do lead sobre o assunto. Ao final, pode ser oferecido um conteúdo ou oferta que o incentive a avançar no funil ou até mesmo se tornar um cliente.

Qual as funções do e-mail marketing nas estratégias do seu Provedor de Internet?

O email marketing pode ajudar a alcançar diversos objetivos. Embora seja principalmente associado a abordagens promocionais e comerciais, pode ir além disso.

Quando uma pessoa dá permissão para receber e-mails da sua marca, ela concede acesso a um espaço pessoal em sua vida, onde poucos podem entrar, e se abre para a conversa. A partir daí, você pode se envolver em uma comunicação mais pessoal com seus clientes.

Observe a grande oportunidade que o email marketing traz. Se você limitar sua estratégia apenas à promoção e venda de produtos, poderá perder a chance de se aproximar dos consumidores e construir laços mais fortes com eles.

Então, vamos explorar agora todos os papéis que o email marketing pode desempenhar em sua estratégia e que você pode incluir em seu planejamento:

Estreitar relacionamentos

Email marketing é um canal altamente pessoal de relacionamento com os consumidores. É uma forma direta de comunicação com eles, o que proporciona a oportunidade de estreitar o relacionamento.

Ao dar permissão para receber suas mensagens, os usuários já demonstraram interesse em manter contato. É importante aproveitar essa oportunidade para manter a marca sempre presente na mente dos consumidores, oferecendo conteúdos e ofertas úteis para suas vidas.

Ao fazer isso, a imagem da marca se fortalece e o relacionamento com os consumidores se torna mais sólido.

Promover seus conteúdos

Uma das melhores maneiras de aumentar a presença online do seu blog é através do envio regular de atualizações e conteúdo de qualidade para seus leitores.

Isso pode ser feito de várias maneiras, como através de newsletters e fluxos de nutrição que incluem links para o seu conteúdo mais recente. Essas estratégias ajudam a manter seus leitores engajados e interessados no que você tem a oferecer, além de atrair novos visitantes para o seu blog.

Ao enviar atualizações regulares, você pode manter seus leitores informados sobre as últimas novidades, tendências e insights do seu nicho de mercado. Isso ajuda a estabelecer sua autoridade e credibilidade no assunto, o que pode levar a mais compartilhamentos e alcance orgânico.

Além disso, newsletters e fluxos de nutrição são ótimas maneiras de manter seus leitores engajados e interessados no seu conteúdo. Ao fornecer informações valiosas e relevantes, você pode construir um relacionamento mais forte com seus leitores e aumentar a fidelidade à sua marca.

Por fim, essas estratégias também podem ajudar a aumentar o tráfego do seu blog e melhorar sua posição nos resultados de pesquisa. Ao fornecer conteúdo de qualidade e relevante para seus leitores, você pode atrair mais visitantes para o seu site e melhorar sua visibilidade online.

Nutrir e educar seus leads

Um dos pilares do Marketing de Atração é o nutrição de leads. Essa estratégia tem como objetivo transformar assinantes em leads e leads em clientes.

Para alcançar esse objetivo, é necessário educar seus contatos sobre seu negócio e área de especialização, ao mesmo tempo em que se constrói um relacionamento mais próximo com eles.

À medida que você envia conteúdo, eles ganham uma melhor compreensão do valor do que você oferece e amadurecem sua decisão de compra até se tornarem clientes.

O e-mail é um canal ideal para isso. Por meio da automação, você pode enviar mensagens personalizadas para cada pessoa no momento certo, de acordo com a etapa da jornada em que se encontram.

Vender

O email pode ser utilizado para estreitar relacionamentos e promover conteúdos, mas também pode ser uma ferramenta direta de vendas.

Ofertas e descontos podem ser enviados por email, levando os usuários diretamente para a página de compra em poucos cliques.

De acordo com um estudo da Klavyio, o email pode ser responsável por mais de um quarto (27%) da receita geral das lojas virtuais, mostrando o poder desse canal nas vendas, especialmente para o e-commerce.

Portanto, é importante aproveitar o email marketing para promover seus produtos!

Fazer o pós-venda

Após concluir uma compra, é fundamental manter o contato com seus clientes. Encantá-los é uma etapa crucial da metodologia inbound e o email pode ser uma ferramenta valiosa nesse processo.

No pós-venda, você pode enviar uma pesquisa de satisfação, compartilhar dicas sobre como aproveitar melhor o produto ou simplesmente perguntar se há alguma dúvida que possa ajudar a resolver. Além disso, é importante manter o relacionamento com novos conteúdos e ofertas relevantes para esse cliente.

Lembre-se de que clientes satisfeitos trazem diversos benefícios, como a recompra e a indicação de novos clientes, além de reduzir os custos com aquisição de novos clientes.

Principais métricas do e-mail marketing

Como rastrear o desempenho de suas estratégias de marketing por e-mail?

Manter um olho nos indicadores de desempenho, ou KPIs, é essencial para ajudar a entender como seu público reage ao conteúdo e ofertas que você fornece.

As métricas de marketing por e-mail permitem evitar o envio de mensagens em massa sem rastrear indicadores de desempenho, o que é um desperdício de uma ferramenta de conversão eficiente!

Portanto, monitore esses indicadores-chave para medir e analisar seus resultados e sucesso de marketing por e-mail.

Taxa de abertura no email

A primeira métrica mostra a relação entre o número de e-mails enviados e quantos deles foram abertos pelos contatos. É importante monitorá-la para determinar se o título/assunto do seu e-mail gerou interesse suficiente da audiência e, assim, ser capaz de otimizar e testar alternativas.

Taxa de cliques no email

O indicador de desempenho chave (KPI) de email marketing denominado “Click Through Rate (CTR)” é utilizado para avaliar a quantidade de cliques em links presentes no conteúdo da mensagem.

Esse cálculo é realizado em relação ao total de emails enviados. É importante ressaltar que os links inseridos na mensagem devem estar alinhados aos objetivos da campanha, podendo direcionar o consumidor para o site, produtos específicos, landing pages, ofertas especiais, entre outras opções.

Conversão

Este é um dos indicadores mais importantes, pois permite medir quantas pessoas realizaram uma ação específica que foi solicitada na mensagem.

Em outras palavras, é o KPI que mede o número total de e-mails enviados e quantas pessoas concluíram uma chamada para ação (CTA). Por exemplo, quantas pessoas compraram um produto em seu site de e-commerce!

Leia também 👉👉 O que é automação de marketing?

Emails marcados como spam

Uma coisa que pode afetar negativamente a eficácia da estratégia de marketing é quando os destinatários classificam as mensagens como spam. É importante prestar atenção a esse indicador-chave de desempenho, pois isso pode ocorrer quando muitos e-mails em massa são enviados ou se a empresa não se identifica adequadamente, o que pode prejudicar o reconhecimento da marca e as intenções de se aproximar dos clientes.

ROI: Retorno sobre o Investimento

Finalmente, o ápice dos indicadores-chave de desempenho (KPIs) do email marketing é o Retorno Sobre o Investimento (ROI). Em outras palavras, esse indicador mostra o quão lucrativa é a sua campanha.

Para calcular esse KPI, é necessário obter o total investido em suas estratégias e o valor obtido com as vendas por meio desses emails.

Como planejar uma campanha de e-mail marketing? 

Agora vamos explorar como iniciar suas campanhas de email marketing. E, sem dúvida, tudo começa com um planejamento cuidadoso. Em primeiro lugar, é necessário definir seus objetivos, sua persona, a linha de conteúdo e outros elementos que serão discutidos a seguir.

Quais são os objetivos da sua campanha?

Antes de mais nada, é importante definir o motivo pelo qual você deseja criar uma campanha de email marketing. Você busca aumentar as vendas? Estabelecer uma estratégia de nutrição de leads? Ou aprimorar o pós-venda da sua empresa?

Considerando os diferentes papéis do email marketing que já foram abordados, é fundamental refletir sobre qual função essa campanha deve desempenhar em sua estratégia.

Como é a persona com quem você vai se comunicar?

A definição de persona é um perfil de cliente com o qual você se comunica por e-mail. Ela é uma representação fictícia de um cliente ideal para o seu negócio, incluindo suas dúvidas, necessidades, dores e interesses em cada etapa da jornada.

É fundamental criar conteúdos e linguagem de e-mail marketing com base na persona. Posteriormente, é possível personalizar esses conteúdos para cada destinatário, mas a persona fornece as diretrizes gerais a serem seguidas.

Como você vai construir sua lista de contatos?

Ao planejar sua estratégia de email marketing, também é importante considerar como você construirá e expandirá sua lista de contatos. Afinal, sem eles, nenhuma estratégia funcionará!

Para coletar emails, você pode adicionar formulários ao seu site, criar páginas de destino e oferecer conteúdo e materiais valiosos em troca de informações de contato. Mais tarde, exploraremos isso com mais detalhes.

No entanto, é crucial enfatizar que você deve ter permissão das pessoas para enviar emails a elas. Não compre listas de emails ou adicione contatos sem o consentimento deles, pois isso pode fazer com que seus emails acabem no spam e prejudique sua reputação.

Quais critérios de segmentação da lista você vai usar?

Atualmente, o email marketing requer segmentação. Já não é possível enviar o mesmo email para toda a sua audiência (com algumas exceções, é claro), porque nem todos os contatos têm os mesmos interesses ou estão na mesma fase da jornada de compra.

Por isso, estabeleça critérios de segmentação para tornar os emails mais relevantes para cada indivíduo. Aqui estão algumas ideias que você pode usar para segmentar:

  • Características demográficas (por exemplo, localização, idade, gênero, etc.);
  • Interesses (por exemplo, pessoas que gostam de natação, para um e-commerce de esportes);
  • Histórico de interação (por exemplo, antigos clientes que não fizeram uma compra em um ano);
  • Estágio do funil (por exemplo, pessoas que já solicitaram um orçamento).

Existem várias possibilidades. Pense nas segmentações que fazem sentido para sua estratégia e o tipo de email que você está escrevendo (boletins informativos, fluxos de nutrição, etc.).

Quando você vai enviar os emails? Com que frequência?

A frequência de envio de e-mails é crucial para o sucesso do marketing por e-mail. Muitos usuários se incomodam com e-mails excessivos, mas também não é aconselhável ficar longe por muito tempo. Portanto, é importante encontrar um equilíbrio, especialmente em formatos recorrentes como newsletters e e-mails promocionais.

Além disso, considere os melhores dias para enviar e-mails. De acordo com a Campaign Monitor, terça-feira tem a maior taxa de abertura (mas também a maior taxa de descadastro). No entanto, isso pode variar significativamente dependendo do seu público e setor, portanto é importante realizar testes para descobrir.

Os elementos mais importantes que compõem o e-mail marketing

Cada campanha de Email Marketing é composta por diversos elementos, cada um com sua importância específica. É altamente recomendado que você preste atenção cuidadosa em todos os itens para garantir o sucesso da sua campanha. A seguir, vamos discutir cada um desses elementos e apresentar algumas boas práticas.

Remetente

Você se sente valorizado quando recebe uma mensagem de e-mail diretamente do endereço “[email protected]”?

Provavelmente não. Para uma estratégia eficaz de marketing por e-mail, a personalização é crucial. Se você está usando “contato” como remetente para se comunicar com seus clientes, é hora de procurar alternativas.

A melhor prática é usar um remetente pessoal, como “[email protected]”.

Em geral, 68% das pessoas decidem abrir um e-mail com base no remetente. Ao criar uma identidade que transmita confiança, você pode aumentar suas taxas de abertura.

Tamanho

Para gerar empatia, é crucial que o endereço seja legível e não muito extenso. Esse aspecto é ainda mais relevante em dispositivos móveis, já que muitos deles limitam o número de caracteres na tela.

Se o nome da empresa for longo, é recomendado o uso de abreviações que estejam relacionadas à marca. Alguns estudos sugerem que o número máximo de caracteres no remetente é 23, mas não há consenso sobre esse tema. Em caso de incerteza, opte por um endereço curto.

Usar No reply? Não!

“Estou enviando este e-mail para que você o leia e converta, mas não estou interessado em saber sua opinião”. Essa é a mensagem que uma empresa transmite ao usar o remetente “*no-reply\@empresa.com.br*”.

Além disso, outra prática equivocada é incluir a mensagem “não responda a este e-mail, clique no link abaixo para entrar em contato”. Essas práticas não são práticas e desencorajam a comunicação do leitor com a empresa.

Assunto para E-mail Marketing

A linha de assunto do e-mail é o primeiro contato que seu lead terá com suas campanhas e um dos principais elementos que influenciarão se eles abrirão ou não o e-mail.

Portanto, é crucial considerar cinco fatores influentes ao criar uma linha de assunto de e-mail: gerar interesse (destacando benefícios e despertando curiosidade), demonstrar relevância, manter uma boa reputação (evitando frustração e mantendo-se relevante), criar um senso de urgência e evocar emoções positivas.

Foque em um objetivo

Se você está interessado em promover um artigo ou oferta específica, indique claramente no assunto do e-mail. Isso fará com que as pessoas prestem mais atenção, tornando o objetivo mais fácil de alcançar.

Senso de urgência

Algumas ofertas que possuem limitação de tempo ou quantidade, como “apenas para as 10 primeiras pessoas” ou “vagas disponíveis somente até amanhã”, podem gerar um senso de escassez e urgência, incentivando as pessoas a agir imediatamente ao receberem o e-mail.

Evite uma linguagem indesejada

Um dos métodos utilizados pelos filtros anti-spam é a comparação entre os e-mails recebidos e aqueles que são identificados como spam. Por isso, é aconselhável evitar o uso de palavras comuns em mensagens indesejadas.

O mesmo vale para termos muito comerciais, como grátis, promoção, clique, abra, de graça, crédito, oferta, compre, veja, confira, entre outros. Essas palavras são frequentemente utilizadas em e-mails e podem causar frustração aos destinatários.

Não tente convencer o usuário a abrir o e-mail

O assunto deve dizer o que tem no email, não vender o que tem nele.

Algumas empresas enviam emails do tipo “abra e descubra o que está esperando por você”. Esse tipo de apelo, em meio a tantos spams, já não tem muita eficiência.

O ideal é dizer claramente o que está dentro da mensagem. Se o que tiver dentro interessar para o leitor, ele vai abrir.

Personalize o assunto de email

A personalização traz consigo interesse, relevância, reputação e emoções positivas, que são fatores de um bom assunto de email.

Você pode segmentar pelo nome do seu Lead, ou por alguma outra característica dele que esteja relacionada ao seu negócio.

Mantenha o assunto o mais curto possível

Geralmente, assuntos longos são cortados em visualizações mobile e não se destacam na caixa de entrada do cliente. Por isso, é recomendado manter o título curto, entre 20 e 41 caracteres, de acordo com pesquisas.

Inclua números ou percentuais

Escrever os números por extenso implica em um processo lógico que, por sua vez, requer maior atenção.

Por isso, ao utilizar algarismos ou percentuais, é possível direcionar a atenção do usuário de forma mais efetiva. É recomendável aplicar essa estratégia quando houver possibilidade de contextualizar com o título.

Faça perguntas

Traduza isso para o português: Questionar é estimulante e, assim como os números, requer atenção focada. Quando vemos um ponto de interrogação, somos instigados a resolver aquele problema.

No entanto, tenha cuidado para não responder à pergunta feita no início do e-mail. Isso gera uma resposta negativa às ações comerciais e acaba prejudicando alguns fatores, como relevância e reputação.

Deixe o leitor descobrir as respostas por si mesmos. A experiência será muito melhor.

Use emoji no assunto — de vez em quando

Usar emojis na linha de assunto do e-mail pode criar uma conexão emocional e visual com o destinatário, o que pode aumentar a taxa de abertura do e-mail.

No entanto, é importante não usá-los em excesso, pois isso pode diminuir sua eficácia e relevância ao longo do tempo. Portanto, é recomendável usar emojis estrategicamente e não torná-los uma opção padrão.

Use palavras-chave do seu negócio

Para otimizar o título do seu site, é importante incluir palavras que estejam relacionadas ao seu segmento de atuação. Por exemplo, se você possui um ecommerce de produtos fitness, é interessante utilizar palavras como “perder gordura”, “dieta”, “fitness”, “musculação”, “suplementos”, entre outras.

Dessa forma, você irá proporcionar um contexto relevante para o usuário e manter um alto padrão de relevância, além de reforçar o interesse dele pelos seus produtos ou serviços.

Texto (ou corpo) do email

Após despertar a curiosidade do seu potencial cliente e incentivá-lo a abrir o email com um título atraente, é hora de caprichar no conteúdo do email.

A chave é ser conciso, ter um objetivo claro e ir direto ao ponto.

Defina se o email é uma oportunidade, oferta, desconto, etc. e escreva suas frases com esse objetivo em mente. O texto deve guiar o leitor para a chamada para ação (Call-to-Action).

Call-to-Action (CTA)

A Call-to-Action (CTA) é uma expressão que significa “chamada para ação”. O objetivo é indicar qual é o próximo passo que deve ser realizado em determinada situação.

Existem diversas ações que podem ser desejadas, como fazer um cadastro para receber newsletter, preencher um formulário, fazer um download, pedir um orçamento, fazer um teste gratuito de software ou acessar um link de um post no blog.

O papel do CTA é servir como ponte para essa ação, refletindo em uma única chamada a proposta de valor da oferta em questão. Existem diversas formas e versões que um CTA pode assumir, mas todas elas partem de basicamente três: botões, banners e links em textos.

Exemplos de E-mail Marketing que o seu Provedor de Internet pode fazer

Os Provedores de Internet tem uma ampla gama de possibilidades com a estratégia de e-mail marketing, podendo mandar diferentes tipos de comunicação para a sua base.

Essas mensagens podem variar desde informativos até notificações cruciais sobre sua conta. Agora, vamos explorar os variados tipos de e-mails que os provedores de internet podem enviar para seus usuários e como isso pode influenciar sua experiência online. Então, vamos começar!

  1. E-mail de vendas de planos: Este e-mail pode destacar os diferentes planos disponíveis para os clientes e seus respectivos benefícios. O e-mail pode incluir uma chamada para ação para que o cliente possa se inscrever em um novo plano.
  2. E-mail de up-sell: Este e-mail pode ser enviado para clientes que já possuem um plano e podem estar interessados em atualizar para um plano mais avançado. O e-mail pode destacar os benefícios adicionais do plano mais avançado e incluir uma chamada para ação para que o cliente possa atualizar seu plano.
  3. E-mail de relacionamento com o cliente: Este e-mail pode ser enviado para manter o relacionamento com o cliente e mantê-lo informado sobre as atualizações e melhorias do serviço. O e-mail pode incluir uma mensagem de agradecimento pelo uso do serviço e pode conter informações úteis sobre como usar o serviço de forma mais eficaz.
  4. E-mail de promoção: Este e-mail pode ser enviado para promover uma oferta especial ou desconto para os clientes. O e-mail pode incluir um código de cupom exclusivo para o cliente usar ao fazer uma compra.
  5. E-mail de renovação: Este e-mail pode ser enviado para lembrar os clientes de que seu plano está prestes a expirar e incentivá-los a renovar seu plano. O e-mail pode incluir uma chamada para ação para que o cliente possa renovar seu plano antes que expire.
Tipos de e-mail marketing para provedores de internet

E como o WiFeed pode ajudar o seu Provedor de Internet n estrtégia de e-mail marketing?

Após aprender mais sobre alguns pontos-chave em relação à comunicação de marketing por e-mail e seus benefícios para as empresas, a pergunta pode surgir: “Como a WiFeed pode ajudar meu Provedor de Serviços de Internet em sua estratégia de marketing por e-mail?”

Com as automações da WiFeed, o Provedor de Serviços de Internet pode se comunicar com seus leads e clientes, que receberão e-mails e comunicações automatizadas. Por exemplo, é possível realizar uma pesquisa de satisfação sobre o serviço de internet gratuito. Além disso, o marketing por e-mail permite enviar mensagens por diferentes canais para promover seus planos de internet e atrair mais clientes, além das opções de e-mail que já abordamos neste conteúdo.

Quer saber mais? Clique nesta gina e fale agora mesmo com nossa equipe!

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *