O que é um sistema de Wi-Fi e o que levar em conta na hora de escolher um

Um sistema de Wi-Fi é utilizado para você controlar o seu Wi-Fi tanto na parte técnica do equipamento podendo selecionar a quantidade de banda a ser disponibilizada, quanto na parte gerencial, para utilizar os insights que ele pode gerar sobre os seus clientes!

É nesse último ponto que a gente encontra os maiores benefícios para se ter um sistema de gerenciamento de Wi-Fi, já que ele pode transformar um custo na operação em uma fonte de inteligência e receita para o seu negócio.

A maioria das ferramentas de Wi-Fi no mercado possibilitam que você: obtenha os dados dos clientes através do cadastro realizado por ele no momento do acesso; faça impactações de imagens ou vídeos, trazendo uma comunicação extra com o cliente; e obtenha dados consolidados do seu público, que geram insights para as ações de marketing.

Porém, todos esses benefícios dependem da boa experiência do cliente durante o acesso ao Wi-Fi e também da facilidade de mexer no sistema para você gestor ou para quem for utilizá-lo.

Experiência do cliente durante o acesso ao Wi-Fi

Qualquer sistema de Wi-Fi depende totalmente do acesso do usuário a internet para gerar dados relevantes. Por isso, a experiência de acesso é um pilar fundamental para que todas as outras estratégias funcionem de acordo com o esperado.

E quais as características de uma boa experiência?

  • Evitar cadastros: cadastro somente no primeiro acesso
  • Não travar durante o acesso: velocidade e agilidade
  • Fácil de mexer e agradável aos olhos: uma boa usabilidade com um bom design
  • Não obrigar o usuário a nada durante o acesso: possibilidade de apenas acessar o Wi-Fi

Evitar cadastros: cadastro somente no primeiro acesso

A gente sabe que qualquer cadastro é uma experiência negativa. Por isso é prioridade que o usuário só precise fazer cadastro no primeiro acesso.

A pior experiência de acesso ao Wi-Fi, é você precisar preencher um cadastro toda vez que vai no mesmo estabelecimento e precisa acessar a internet. Simplesmente não faz sentido!

Aqui no WiFeed, o usuário só precisa fazer o cadastro apenas uma vez e em toda a rede WiFeed. Ou seja, ele pode já ter se cadastrado em outro estabelecimento WiFeed e não precisará cadastrar novamente no seu estabelecimento, mesmo que seja a primeira vez dele no seu local. Isso melhora muito a experiência de acesso!

Assim o cliente consegue acessar o Wi-Fi sem precisar pedir a senha e nem preencher nenhum cadastro!

Não travar durante o acesso: velocidade e agilidade

Ninguém gosta que sistemas em geral travem, isso é unânime. Porém é ainda pior quando você está querendo apenas ter acesso a internet e precisa que seja rápido. Acredito que você já tenha passado por isso.

Dessa forma, o sistema de Wi-Fi precisa ser o mais ágil possível para que não trave ou haja lentidão durante a experiência de acesso a internet. 

O WiFeed orienta seus clientes sobre quais são as condições mínimas necessárias para entregar uma internet de qualidade – o que garante a velocidade e agilidade do sistema no momento do acesso do usuário.

Costumamos dizer que é melhor não oferecer Wi-Fi do que oferecer um Wi-Fi lento!

Fácil de mexer e agradável aos olhos: um bom design

Este é um dos principais pontos a serem considerados durante a experiência de acesso. Não há nada pior do que telas cinzas e botões quadrados e sem vida.

Isso desestimula o acesso e ainda prejudica a imagem de quem está oferecendo a rede!

O sistema precisa ser convidativo e transmitir confiança e credibilidade para o usuário final. Nós realizamos pesquisas periódicas com nossos usuários para entender qual é a fórmula ideal para entregar a melhor experiência de acesso ao Wi-Fi.

Hoje o WiFeed possui um NPS 87, estando na zona de excelência da metodologia. É algo do qual nos orgulhamos muito!

Mesmo que você não ligue para isso, quando você observa dois sistemas um ao lado do outro, verá como é melhor aquele que se preocupa com um bom design e o quão mais fácil será de lidar com ele.

Essa responsividade gera uma enorme facilidade de acesso até para as pessoas menos tecnológicas, que às vezes possuem maiores dificuldades ao mexer no celular. 

Assim você não precisa se preocupar se quem está tentando acessar o Wi-Fi é um jovem ou um idoso, ambos terão uma melhor experiência e menores dificuldades.

Não obrigar o usuário a nada durante o acesso: possibilidade de apenas acessar o Wi-Fi

Você chega no aeroporto e é obrigado a assistir um vídeo de 30 segundos, que inclusive ficou travado no carregamento.

Quem já passou por isso acaba nem querendo mais utilizar o Wi-Fi fora de casa, e vai tentar usar o 4G do próprio celular ou procurar outra rede.

Essa experiência é tão ruim que aqui no WiFeed, durante todo o acesso do cliente a rede, sempre existirá a opção de sair da impactação e fazer a conexão diretamente.

Na campanha abaixo como exemplo do Sem Parar, você consegue visualizar que nas duas telas existe um X no canto superior direito para o usuário sair da impactação.

Além de gerar uma melhor experiência ao cliente durante o acesso, também gera dados de Rejeição e Engajamento de uma campanha. Dessa forma você consegue aprimorar suas campanhas!

Legal, agora que você já sabe qual é uma boa experiência de acesso para o usuário da internet, vamos falar sobre a sua experiência ou de alguém da sua equipe ao usar a ferramenta. Afinal de contas, você precisa acessar os insights que essa ferramenta te traz!

Facilidade de mexer no sistema para você, gestor.

Agora que seu cliente já teve uma boa experiência ao acessar o Wi-Fi e deve voltar mais vezes, é hora de olhar para a plataforma que você e seu time irão utilizar. Escolher uma plataforma que realmente vai ajudar a trazer receita para o seu negócio, pode ser mais difícil do que parece.

O que você deve levar em conta para a escolha da plataforma?

  • Funcionalidades úteis e aplicáveis: menos é mais
  • Facilidade de mexer no sistema: layout amigável
  • Gerar insights: é preciso trazer receita
  • Estar de acordo com a Lei: Marco Civil e LGPD

Funcionalidades úteis e aplicáveis: menos é mais

Não adianta de nada ter uma ferramenta com funcionalidades que você não sabe usar e que vão trazer dificuldade na usabilidade durante o seu dia a dia.

O sistema de Wi-Fi não pode parecer um painel de controle de um avião. Saber focar naquilo que realmente importa também é fundamental para a ferramenta não cair em desuso no dia-a-dia.

Tome cuidado para não cair na tentação de olhar algumas funcionalidades nas ferramentas que aparentemente são muito interessantes, mas que precisam de muita dedicação do tempo do seu time ou até mesmo seu, para que as informações ali contidas, virem novas fontes de receitas. Lembre-se: menos é mais!

Por isso, atente-se ao que realmente você vai conseguir fazer com os insights que a plataforma traz.

Já decidiu o sistema de Wi-Fi? Então veja como funciona o passo-a-passo da escolha do sistema até a contratação em uma grande empresa!

Facilidade de mexer no sistema de Wi-Fi: layout amigável

Esse ponto vem junto com o anterior. Você precisa de uma ferramenta que vai facilitar o seu dia-a-dia, trazer novas informações sobre o seu negócio e, consequentemente, mais vendas.

Sendo assim, uma ferramenta com interface amigável e fácil de mexer, deixa o aprendizado mais rápido e até mesmo mais automático.

Tempo é dinheiro, e você precisando de menos tempo para aprender, terá mais tempo para dedicar ao seu negócio. O sistema de Wi-Fi deve entregar uma solução e não um problema!

Gerar insights: é preciso trazer receita

Quando você contrata uma ferramenta para o seu negócio, sempre será com o objetivo de que ela te ajude a trazer mais receita. Com o Wi-Fi não é diferente.

A questão é que o Wi-Fi não é o core business do seu negócio, ou seja, quanto menos tempo você se dedicar para ele, mais tempo você vai conseguir se dedicar para atividades cruciais.

Aqui no WiFeed nós acreditamos que o sistema de Wi-Fi deve te dar apoio nas demais atividades do seu marketing e entendimento do cliente, mas que principalmente te traga mais receita.

Veja como o WiFeed criou valor para o Wi-Fi para os Supermercados Koch em um case de sucesso!

Estar de acordo com a Lei: Marco Civil e LGPD

Nada mais atual do que essa temática. Hoje não é possível deixar o Wi-Fi do seu estabelecimento sem senha ou nenhum tipo de autenticação.

Caso algum crime seja cometido através da sua internet e você não tiver dados para ajudar nas investigações, você poderá ser considerado um co-autor do crime.

Além disso, captar os dados dos clientes requer o consentimento dos mesmos. Quando estes não quiserem mais seus dados compartilhados, devem ser deletados. Tudo isso fica na responsabilidade do sistema de Wi-Fi.

Na hora que você for escolher uma ferramenta de Wi-Fi, se atente que ela esteja em conformidade com a legislação, dessa forma o seu negócio também estará protegido!

Se você está prestes a contratar uma ferramenta de gerenciamento de Wi-Fi, conheça o WiFeed! Te ajudamos a trazer insights comportamentais e dados dos clientes para que você traga mais receita para seu estabelecimento, tudo isso através do seu Wi-Fi.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *