Case Supermercados Koch: um novo produto de mídia para indústria e maior conversão para o e-commerce.

Veja como o WiFeed conseguiu entregar valor ao Grupo Koch, gerando maior valor para os fornecedores e indústria, agregando um novo produto ao catálogo de mídias do trade marketing, aumentado a conversão para o time de e-commerce e tudo isso ainda facilitando a operação para o time de TI.

Com 26 anos de história, o Grupo Koch já é a terceira rede de supermercados com maior faturamento no Estado de Santa Catarina e está entre as 20 maiores do país, conforme ranking da Associação Brasileira de Supermercados – ABRAS 2020. Hoje o grupo possui duas bandeiras, Koch e o Komprão, que já somam 32 lojas em conjunto (34 até o final do ano), e em 2018 o e-commerce entrou para somar na estratégia da empresa.

Esse rápido crescimento e essa veia inovadora sempre estiveram presentes na cultura dos supermercados Koch, que vêm investindo em tecnologia e inovação para potencializar esse crescimento. E foi com essa mesma pegada que o WiFeed veio para somar às estratégias digitais. Durante este um ano de parceria com o grupo, o WiFeed trouxe inúmeros benefícios para diversas áreas: Trade Marketing, Marketing, E-commerce e TI.

Antes da chegada do WiFeed, o Grupo Koch possuía uma solução para Wi-Fi “caseira” que não estava atendendo às demandas internas. Somado a isso, a busca por novos meios de mídias digitais para aumentar a receita por loja, trouxe o WiFeed como uma oportunidade para a estratégia.

Vamos apresentar os resultados de cada uma das áreas, trazendo principalmente a palavra dos gestores à frente do projeto.

Agregando ao catálogo do Trade Marketing

O Grupo Koch já possuía um catálogo de mídias tradicionais e ações que eram oferecidas para os fornecedores e para a indústria. No entanto, o WiFeed estimulou a criação de um  novo pacote, ofertando o Wi-Fi como um novo espaço de mídia e agregando aos demais produtos do catálogo. Com isso, o Koch ganhou um diferencial competitivo em relação aos concorrentes e ainda potencializou as demais ações já ofertadas.

“(O WiFeed) agregou bastante no pacote de Trade, porque é diferente você ter a ponta de gôndola, a ilha e o display para negociar. A gente tem mais agora para negociar.”

Paula Valduga – Gerente de Negócios e responsável pelo trade marketing do Grupo Koch

Já para os fornecedores e a indústria, foi perceptível quanto é relevante o nível de dados que o WiFeed entrega, gerando informações e insights tanto para pequenos fornecedores quanto para gigantes do mercado. Nos materiais de trade comuns, não se tem um nível tão detalhado de informações quanto na impactação digital, e isso gera muito valor para a indústria. A Paula ainda comenta:

“É isso que tento mostrar para eles (indústria), o quanto é importante essa mídia na loja, o quanto ela traz retorno também, tanto quanto ou mais um ponto extra.”

“Especialmente nesse momento de pandemia, nós temos menos gente na loja, por menos tempo e ele (o cliente) não entra no supermercado olhando para a ponta de gôndola, ele entra na loja olhando para o celular.”

Quando terminada a campanha, o fornecedor que anunciou no WiFeed, recebe do time de trade marketing um relatório com todas as informações de impactação, contemplando o sexo do cliente, idade média dos impactados, tempo em tela, que tipo de cliente rejeitou ou engajou com a campanha, tudo em formato gráfico que acaba facilitando a visualização dos dados e a geração de inteligência para a indústria. A Paula ainda comenta sobre um caso de um fornecedor:

“Acho que nem ele conhecia tanto o cliente dele, sabendo o sexo do cliente, o tempo que fica na tela, se engajou. Para este fornecedor foi muito legal, porque ele é pequeno, mas daqui a pouco pode trabalhar com esses dados e deslanchar a venda muito mais.”

Captando leads para o marketing e aumentando conversão para o e-commerce

O Thiago, que hoje é gerente de e-commerce no Grupo Koch, comentou como a implementação do WiFeed foi positiva para ele e para o seu time, deixando o trabalho de captação de leads muito mais fácil.

”Nós do e-commerce sempre buscamos a aquisição de leads, buscamos captar o cliente, e sempre pensávamos: ’Poxa é tão difícil captar clientes lá fora e eu não estou captando o meu cliente interno’”.

Thiago Hanna – Gerente de E-commerce

Com o WiFeed instalado em todas as lojas, a captação de cadastros dos clientes que frequentam as lojas físicas aumentou drasticamente. Mas como o e-commerce não sobrevive só de leads, é preciso também converter em vendas. Nesse ponto o WiFeed auxiliou e muito esse processo. O Thiago afirma:

”(…) é essencial para o e-commerce. Hoje, (o WiFeed) é um dos canais que mais traz acessos ao nosso e-commerce, tem uma conversão muito grande.”

Já a Simone Pereira, que é analista de e-commerce e utiliza o WiFeed quase que diariamente, falou sobre como é fácil criar uma campanha e como a ferramenta pode ser estratégica e bem utilizada:

”(…) para mim era um simples anúncio estático, mas não, o WiFeed vai muito além disso (…) hoje o desafio maior é conseguir tirar tudo o que você pode do WiFeed, porque é possível entregar uma interação muito maior e por trás tem uma estratégia.”

Entregando uma facilidade e não um novo problema para o TI

O Grupo Koch vem sempre trabalhando muito para entregar uma experiência cada vez melhor aos clientes nas lojas. Hoje, os clientes estão conectados o tempo inteiro e é sempre uma preocupação entregar uma conexão de qualidade para que eles possam interagir durante as suas compras.

Antes da contratação do WiFeed, o Grupo Koch já possuía uma solução “parecida” que foi desenvolvida internamente e que solucionava apenas alguns problemas pontuais, mas não extraía o máximo proveito como o WiFeed faz.

”Nós tínhamos uma solução caseira para fazer esse controle minimamente. Então entendemos que isso não estava de acordo com o porte da empresa (…) por isso fomos atrás de uma solução profissional, uma solução robusta que nos eliminasse esse problema.”

José Forest – Gerente de TI

Como a gente bem sabe, as empresas não querem uma solução que traga mais problemas e gere mais trabalho. Muito pelo contrário, querem soluções que tragam menos esforço operacional, mais benefícios e ainda um retorno financeiro. E não é diferente para o José, que comentou que o WiFeed conseguiu entregar isso muito bem:

”O WiFeed veio para solucionar um problema que nós tínhamos e nos ajudar na operação. Tanto que é uma coisa que não incomoda, funciona muito bem, não tem uma demanda recorrente em cima da operação ou do cuidado com o WiFeed.”

Questionamos também o José para saber como foi o projeto depois de vendido, para entender a complexidade e o tempo de implementação do projeto, desde o período da POC até o rollout para todas as lojas do grupo. E ele disse:

“Eu tenho a lembrança que são em torno de 30 dias, uma coisa muito rápida, entre os testes que a gente fez. (…) Da implementação até começar a funcionar, foi muito rápido.”

Foi dessa forma que o WiFeed conseguiu auxiliar as áreas de Trade Marketing aumentando seus produtos ofertados no catálogo de trade, ajudou Marketing e o E-commerce a coletar leads e aumentar suas conversões e também trouxe uma ferramenta robusta e profissional para o TI que atendesse a necessidade do porte da empresa.

É um supermercadista e quer o WiFeed na sua estratégia em pouco tempo? Acesse aqui.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *